Para o PB Arquitetura contratar um especialista é sinônimo de economia, porém é necessário saber qual é o ideal para o projeto

PB Arquitetura

De forma unânime, o desejo de todos é que sua obra saia como o planejado em seus sonhos, seja ela da casa própria, um local empresarial ou ambiente de lazer. Porém, para alcançar os objetivos e até mesmo coloca-los no papel, é preciso a escolha do profissional adequado.

Existe uma confusão de significados quanto ao serviço do engenheiro, arquiteto e designer de interiores. Sendo assim, a arquiteta Priscila Tressino, do escritório PB Arquitetura, esclarece e orienta em questão de cada profissional. “Todos desejam bons resultados, mas muitas vezes esquecem que estes só acontecem quando delegamos as funções dos nossos sonhos serem concretizados para quem pode colocar em prática”.

Quando se pensa na produção de uma obra, tratando de materiais escolhidos, solo, fatores de impacto em relação a eles, vento, entre outras características materialistas, o profissional que irá averiguar isto é o engenheiro.

Já para o desenho, paisagismo, urbanismo e demais características estruturais e decorativas, o profissional adequado é o arquiteto. Ele pode estar envolvido desde a planta até questões do ambiente interno. “A contratação de um arquiteto é sinônimo de otimização do dinheiro do cliente, já que iremos cuidar dos detalhes pré e pós construção do local, aplicando de forma objetiva, onde é necessário e trará o resultado sonhado”.

A arquitetura transcende a obra e analisa questões como luminosidade, conforto, estética e otimização de espaço, podendo incluir questões históricas no ambiente, arte e características do morador.

Já o designer de interiores trabalha com o pós projeto, após toda a construção, ele pode colaborar para a harmonização do ambiente, influenciando na decoração, dispersão dos móveis, cores e objetos decorativos.

É fundamental saber o principal objetivo em relação a obra, se deseja uma construção do zero, uma reforma ou um ambiente mais harmonizado, desta forma, segundo Priscila, saberá qual profissional pode colaborar melhor para o desenvolvimento do local.

Vale ressaltar que para a engenharia e arquitetura o profissional necessita de diploma para atuação. O designer de interiores pode atuar sem a necessidade do mesmo.

“É fundamental buscar saber a trajetória do profissional que será contratado, isso colabora para identificar com que características ele trabalha e se suas ideias se encaixam no projeto, além da competência em trabalhos anteriores, sempre buscando o melhor para a realização do

Serviço:
PB Arquitetura
(11) 2311-1178
http://pbarquitetura.com.br